De olho na tv… de Portugal!

Posted: 2011/02/22 in Séries Portuguesas

A televisão portuguesa sofreu um rombo criativo na ultima década com a introdução das novelas em massa e de forma quase linha de montagem. Se trouxe alguma vantagem foi a abertura de espaço para novos actores e profissionais do audiovisual, porque de resto limitou-se a despejar o mesmo argumento vezes sem conta onde mudavam os cenários e as personagens.  O género acabou por se desgastar, mas em termos de audiências é o tipo de ficção dominante em Portugal ainda. Mas o que aqui quero expor é a nova abertura a novos conteúdos na linha de seriados. De facto a rtp tem sido a porta para que se comece finalmente a traçar um outro caminho, nem sempre fácil porque as audiências, mesmo na estação pública, são sempre importantes mesmo que se pense que não.

Ao longo dos últimos anos temos assistido a um desfilar de séries que oscilando entre alguma qualidade e alguma banalidade vão se impondo de forma sorrateira no quotidiano. E focando somente nesta fase mais evolutiva da rtp podemos olhar para alguns exemplos de qualidade como Conta-me como foi, que apesar de ser uma adaptação conseguiu o feito de se estender por alguns anos no ecrã. Não foi uma série fácil de assimilar no inicio era muito lenta e quase cinematográfica, mas aos poucos alinhou o seu ritmo e agora está a chegar à recta final percorrendo um percurso entre o ano de 68 e 74. Pai à força também estreada na linha de montagem da SP Televisão conseguiu apesar das oscilações algum tratamento irregular da rtp provar que tinha algo a dar e agora terá uma nova temporada , mesmo depois de já ter terminado as gravações há cerca de dois anos. Liberdade 21 foi outra das séries que surgiram de forma quase experimental,  a série nunca se impôs nas audiências e na grelha estando assim algures num baú da RTP por exibir mais de metade dos episódios.

Depois tivemos mais algumas séries como Um Lugar para Viver, Cidade Despida e também a ficção histórica com o Dia do Regicídio e as mini séries sobre a República. Um esforço claro na qualidade que a rtp venceu, mas que não conseguiu impor como marca do canal. A tvi tentou ir nesta linha e criou alguns seriados como Equador e Ele é Ela e um grupo de mini séries, mas claramente não conseguiu sair do registo de novela e essa é a grande dificuldade  deste tipo de ficção no canal. A sic sempre foi mais controlada e poucas são as séries que surgiram no canal, talvez lembrando algumas adaptações espanholas como Sete Vidas e Aqui não há quem viva, mas não é definitivamente o género que o canal procure, até porque na maioria dos casos são sitcoms mais ou menos longas.

Isto para dizer que o futuro passa por este género, mas ele não pode viver sozinho, é preciso um alinhamento, uma habituação e sobretudo alguma paciência para que as audiências se imponham e assim se possam criar condições de progredir no género.

No futuro próximo irão surgir algumas novidades, na maioria dos casos na rtp que apresenta agora algumas séries novas já no ar como Voo Directo e Maternidade e na sic com a Família Mata. Sabe-se também que as mini séries voltarão à tvi, mas definitivamente o espectro da maquina de montagem de novelas estará sempre por lá.

Resta esperar que quanto mais se faça, melhor sejam os produtos e sobretudo que as histórias se soltem de alguma inspiração americana evidente para que também autores e argumentistas tenham finalmente espaço para desenvolver projectos e que não se fique sempre pelos mesmos nomes.

E ficamos por aqui, as séries portuguesas terão sempre destaque logo que se justifique. Até breve.

Anúncios
Comentários
  1. […] This post was mentioned on Twitter by António Guerra, Miguel Bento. Miguel Bento said: Mais um post ainda meio embrionário no 42 minutos https://42minutos.wordpress.com/2011/02/22/de-olho-na-tv-de-portugal/ […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s