Era uma vez o reino imaginário de Westeros…

Posted: 2012/04/07 in Análises de Temporada

Game of Thrones é talvez das mais recentes séries a conseguir o estatuto de série superior, é certo que é uma adaptação literária, mas quem não os leu encontra aqui talvez do melhor que a tv pode dar. Sem pressões, sem medos e sobretudo sem desviar o enredo para algo que há muito a tv estava a perder: a capacidade de nós envolver do inicio ao fim num mundo onde a imaginação não tem limites.

A saga que está agora na segunda temporada já tinha provado que não veio para perder e nem ousou mudar as linhas do livro quando um dos mais relevantes momentos aconteceram… a morte de Ned Stark. Confesso que esse foi o clique, a série já me tinha cativado, mas naquele momento pensei ‘como em qualquer série algo vai acontecer e ele não morre…’ e não é que morreu mesmo? E a partir desse momento sabemos que não há ninguém a salvo na série pelo menos se morre no livro morre ali também.

Mas a capacidade desta série é também muito graças ao elenco e todo o impacto que as personagens conseguem ter em nós, odiamos, rimos e até choramos com elas… quando pensamos que alguns andam por lá só para dar o corpo ao manifesto eis que são colocados no meio da trama com um objectivo preciso e eficaz. E pelo que vou sabendo aos poucos tudo isto pode mudar em poucos episódios. Não é de estranhar que a personagem favorita de muita gente seja o Tyrion, mas o que é curioso é que não e por ele ser um anão, é pela capacidade de impor a sua pequena presença em toda esta história. Basta olhar para a primeira temporada e foi talvez o unico personagem que percorreu até agora grande parte dos nucleos duros. Atrevo-me a dizer que é talvez o mais importante personagem da série. Esperemos que não tenha o mesmo rápido destino de Ned Stark.

Mas pegando em cada núcleo, o foco está em Kings Landing, onde um rei autoritário e sem noção da realidade faz e desfaz sem pensar duas vezes, Cersei criou um pequeno monstro e vemos nos olhos dela o total arrependimento a cada acto da sua criatura. E depois à volta roda todo um mundo de intrigas e personagens manipuladoras como o Little Finger ou Varys, que conseguiu neste ultimo episódio tornar-se um ser ainda mais odioso.

Em Winterfell pouco ou nada acontece, um pequeno regente Bran paraplégico que agora vive dependente dos outros e que o futuro torna incerto. Já Arya tornou-se uma fugitiva e tenta sobreviver no meio de ladrões e assassinos, a coragem do pai está lá, mas o caminho ainda é longo. Sansa vai suportando a vida no reino e posso adiantar que o futuro dela é realmente interessante.

Na frente da batalha está o novo rei no norte, Robb Stark, não é rei, mas a sua intenção é tornar o norte um reino independente de forma a tornar esta luta mais do que propriamente uma vingança pela morte do pai. Não é a personagem que me tem agradado muito, apesar de ele estar no centro dos acontecimentos seguintes a sua presença acaba ofuscada tanto pela mãe como pela história dos outros personagens como Theon que ganha nesta fase uma importância maior, seja por conhecermos a sua história seja pela sua capacidade de estar no lado errado mas manter a sua honra para com aqueles que o criaram.

Ainda por outro lado temos mais candidatos ao reino, a perdida e agora pouco relevante Daenerys que depois de um inicio fenomenal está perdida no deserto e andará meio sem rumo até que entre finalmente na batalha que se avizinha. No inicio desta segunda temporada surgiu-nos o lado dos Baratheon que são na realidade os legítimos herdeiros do trono, dado que Joffrey não é filho do falecido rei, nem ninguém sabe ao certo o paradeiro do bastardo que acompanha Arya. Portanto aqui a guerra é entre irmãos, Stannis e Renly em que o primeiro já começa a juntar forças para tomar o poder, confesso que nem entendi muito bem o enredo que envolve estes dois, Renly na primeira temporada reclama para si o trono, no entanto no inicio da segunda é Stannis que é posto na frente para o tomar, resta-nos saber o que virá daqui.

Mas isto é uma guerra de tronos, cinco candidatos, uma luta feroz entre personagens muito bem construídas e só peca por ser fácil perceber onde vão os personagens caso se tenha lido os livros, quem não leu corre sempre o risco de levar com informações mais conclusivas. O que ainda ninguém sabe é como acaba, o autor ainda não terminou a saga e pela sua idade é bom que se despache ou teremos um problema.

Podemos olhar também para esta saga de um forma mais subjectiva, apesar do seu toque medieval a série toca em temas bastante delicados e não tem qualquer tabu em falar de temas mais fortes, e com uma casa como a HBO a presença de cenas de sexo e mesmo manifestações de incesto e homossexualidade e a própria religião não são problema. Curiosamente olhando para a panóplia de personagens as menos sexuais são mesmo os do núcleo Stark. Há claramente uma superioridade nessa linha pois não se foca nas suas relações amorosas e são normalmente os personagens mais agradáveis, falando assim sobretudo de Robb e Jon, mesmo Arya e Sansa que podiam facilmente ser postas em situações mais delicadas são protegidas de alguma forma. Daí que se note algum endeusamento deste núcleo, que claramente é para ser o mais forte, pois tudo o resto acaba por ser a parte degradada daquela sociedade medieval. Talvez até haja aqui algumas leituras à sociedade actual e daí nem sempre os bons serem os vitoriosos como vimos na primeira temporada.

Ficamos assim por aqui e aguardamos o desenrolar de toda esta história que não deixa ninguém indiferente, basta ver pelas audiências e pela hype gerado nas redes sociais e nos blogs. É e continua a ser uma das melhores séries dos últimos anos e não acredito que venha a desiludir.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s