Posts Tagged ‘Sleepy Hollow’

2kwj1.jpg

Segue a quarta parte desta rubrica de revisão do ano de 2013. Sirvam-se à vontade com algumas das melhores séries do ano, sem ordem de preferência.

31 .Community T4

A primeira temporada sem Dan Harmon mostrou-se algo fraca, mas não foi de todo uma má temporada. As ideias feitas ao longo da série já tinham raízes e foi uma questão de ir resgatando e moldando. Claro que se sentiu a falta do autor mas episódios ao género muppets ou a timeline alternativa foram bem conseguidos e que mostram a variedade infinita de possibilidades da série.  É daquelas comédias que nunca me irei fartar de rever mesmo que digam que esta foi a temporada para esquecer.

32. Orange is the new Black T1

A última grande novidade do Netflix chegou com o verão. Da autoria de Jenji Kohan, a mesma de Weeds, a série mostra-nos uma versão leve e quase cómica do interior de uma prisão feminina. O grande ganho desta série é a quantidade de personagens fascinantes e o facto de podermos conhecer a cada episódio um pouco delas e da sua história. Mais do que a protagonista esta é uma série sobre mulheres e a sua condição e tudo o que as levou ali. É uma comédia a roçar o drama e não é tão exagerada como muitas vezes se dá a entender.

(mais…)

Anúncios

sleepy-hollow-bannerA primeira dose das novas séries de drama americanas não é muito motivadora para prever o que vai ser esta temporada, há mudanças significativas na forma de apresentar as séries mas será isso suficiente para criar sucessos? Uma das medidas adoptadas este ano para evitar a crescente critica das ‘pausas’ são as chamadas séries de duração limitada. Ou seja em vez dos habituais 22 episódios (caso a série funcione) vão optar por temporadas de 13 ou 15 evitando assim parar a exibição e também ter histórias com uma estrutura de principio meio e fim sem estar tão preso à dúvida da continuidade da mesma. Por um lado é bom porque sabemos à partida que a série tem uma estrutura definida mas corre o risco de perante uma renovação ficar esvaziada de ideias. Mas se no cabo resulta porque não aqui?

As primeiras quatro apostas da temporada já por aí andam, entre a fantasia e as grandes intrigas parece que a primeira está a ganhar pontos, seja pelas primeiras audiências seja pelas criticas positivas. Segue-se as breves análises aos primeiros pilotos de drama:

(mais…)