Posts Tagged ‘The Borgias’

hannibal

Continuamos a saga pela revisão das séries deste ano de 2013 que agora finda. A lista não é uma ordem de preferência é uma curta análise das séries do ano.  Mais algumas séries novas, alguns finais e também surpresas:

11. Vikings T1

O History Channel costuma ser na sua essência um canal de documentários embora esporadicamente tenha apostado em algumas ficções documentais. Vikings não foge da linha documental embora seja uma ficção em toda o seu percurso, mas foi o primeiro passo para que o género tenha ganho novas dimensões no canal. A história do herói Viking Ragnar e as suas conquistas num excelente trabalho visual e de reconstrução de época. Uma das surpresas do ano e que abriu portas a mais canais na génese documental apostem na ficção como irá acontecer em 2014. A série terá em breve uma segunda temporada.

12.  In the Flesh T1

Os ingleses gostam muito de desmontar os clichés de alguns géneros e In the Flesh voltou a mostrar que a criatividade ainda existe mesmo com temas altamente batidos como os mortos vivos. A história inversa dos mortos vivos ou seja depois de uma espécie de apocalipse zombie estes começam a ser curados e a regressar à vida normal e às suas famílias. Uma história de preconceitos e de amizade num mundo que se perdeu na noção entre morte e vida.  Foi renovada para segunda temporada.

(mais…)

Anúncios

orphan-black-feature

O verão é tendencialmente a época do ano que eu mais gosto em relação ás séries, ao contrário da fall season que é altamente cansativa para perceber o que é bom ou mau das quantidades industriais de séries que estreiam ou regressam. Nesta época ficamos mais à vontade há menos séries e é possível ir buscar o que ficou atrasado. Depois há a vantagem das temporadas serem mais curtas e a qualidade da maioria das séries não desilude.
Vou fazer uma breve ronda pelo que tenho visto nestes últimos tempos, não são necessariamente as séries que estrearam no verão mas sim as que eu tenho visto agora,  que serve também de sugestão para quem não sabe o que ver. Naturalmente a maioria das sugestões são do cabo como seria de esperar mas este ano os canais abertos até apostaram um pouco mais do que o habitual embora a qualidade comparativamente ao cabo seja de lamentar. A seguir ao salto.

(mais…)