Posts Tagged ‘The Crazy Ones’

ms

Chegamos assim à última parte desta rubrica de revista do ano de 2013 em séries, sem nenhuma ordem de preferência aqui se fecham os destaque do ano que passou com algumas das estreias mais recentes. Vão notar certamente ausências óbvias resultado de não ter ainda visto as temporadas actuais ou simplesmente não seguir a série, o que não invalida que não haja melhores propostas do que estas por aí.

41. Crazy Ones T1

A nova comédia de David  E. Kelley (responsável pro Ally Mcbeal e Boston Legal) traz-nos desta vez uma sitcom no mundo da publicidade. Liderada por Robin Williams, que regressa assim à tv, e Sarah Michelle Gellar uma comédia cheia de loucura muito ao género do que o actor protagonista já nos oferecia no cinema. Contudo sente-se que a série não tem muito espaço para evoluir e se alguns episódios iniciais têm imensa graça a tendência é que se sinta um pouco a repetição com o passar do tempo. As participações especiais no entanto foram uma excelente aditivo, entre elas Kelly Clarkson e Adriana Lima.

42. Brooklyn 9-9 T1

Uma das comédias da fall season que se tem destacado na Fox e até já teve direito a nomeações nos globos de ouro. É sem dúvida uma série pouco habitual focando-se numa esquadra com polícias muito peculiares e com personagens algo estereotipadas.  A comédia é bem servida e o elenco funciona bem nas suas múltiplas características. Esta tem sido para mim a melhor nova comédia da temporada e acredito que se tiver chance vai ficar muito melhor.

(mais…)

2

Um dos temas recorrentes das comédias americanas é o uso da família, porque facilmente se consegue que as pessoas se identifiquem e pode ter vários escalões etários, sejam bebés, adultos, jovens ou idosos. Depois há toda uma estrutura em volta da mesma que permite criar uma diversidade de pequenos enredos próximos da vida real. No entanto a comédia tem vindo a procurar outras formas de explorar esse conceito de família, irmãos, vizinhos, casais recém casados e até novos géneros de famílias como as monoparentais ou os casais gays. Este ano não foi excepção e seguem-se mais alguns exemplos de novas séries que tentam explorar conceitos diferentes de ver a família. Alguns funcionam outros nem tanto. Como falamos de comédias mais uma vez digo que é difícil avaliar uma série pelo seu piloto e portanto o que pode ser mau agora pode até originar uma boa série.

De destacar dois grandes regressos à comédia na tv, que são também as duas maiores apostas no género este ano.

(mais…)