A degradação da tv americana ou a vã glória de fazer flops

Posted: 2012/04/06 in Cancelamento/Renovações, Séries Americanas
Etiquetas:, , , , , , , , ,

Hoje tive de escrever aqui, depois de mais uma série de estreias não podia deixar de exercer alguma opinião sobre o assunto do momento, a tv americana de sinal aberto está em clara degradação audiométrica. Os números de semana para semana são um pesadelo para as emissoras, excepto para a CBS claro. A NBC é a desgraça que se sabe, a abc é tudo a afundar, a fox nem o Idol se salva desta trapalhada toda, mesmo que ainda se veja ali números significativamente positivos e onde isto vai parar?

Hoje ao ver os resultados das ultima aposta da ABC, Scandall apercebi-me que algo está podre no reino da tv. Até se pode olhar para os valores de 2.1/7.45 como algo minimamente aceitável, mas é o primeiro episódio, logo a rota de descida é óbvia. Mais uma série falhada made in Shonda Rhimes. Já Grey’s Anatomy apresenta claros sinais de não ir muito mais longe, ainda com valores no target aceitáveis, sabemos que continua a coleccionar quedas sucessivas no total e o custo a aumentar. É hora da série se despedir, porque como se pode olhar para outro exemplo, Desperate Housewives já nem o anuncio de uma series finale salva a honra de uma série decadente. Portanto quanto mais depressa imaginarem um final mais rapidamente acabam com o sofrimento da série. Private Practice parece ter os dias contados, e mudar de horário é funeral, por alguma inspiração divina alguém achou nos calabouços do canal que esta Scandall ia fazer a diferença… lamento mas estavam tão errados.

Já na NBC o cenário é dantesco, pega-se numa boa ideia e transforma-se de Awake em algo que à partida seria uma boa série, mas rapidamente percebemos que o modelo escolhido apenas serve para agarrar alguns públicos específicos, logo a série afundou que nem o Titanic, pois ninguém gosta de ser enganado, e esta série é uma autêntica aldrabice, sem rumo e sem uma ideia pré definida do que realmente quer. No dia de ontem conseguiu uns fantásticos 0.9 de audiência. Noutros tempos ou canais a série não via mais a luz do dia. Mas como estamos na era em que nada funciona, eis que se arrasta para um cancelamento inevitável. E depois a NBC tem algumas das melhores comédias, no entanto ninguém as vê, e como tal o canal teve de baixar os seus limiares para não cancelar a grelha toda… e assim se sobrevive em Community, 30 Rock e Parks & Recreation, que bom que assim é. Mas até quando? Como é que um canal de 3 slots nocturnos consegue aguentar tanta série de audiências medíocres? E depois fomos presenteados nestas ultimas semanas com o despejar do lixo que estava na gaveta, Bent e Best Friends Forever no meio de repeats, em cima dos pesos pesados da concorrência… obviamente que ninguém se irá lembrar que elas algum dia existiram. É isto a NBC?

A fox parece uma montanha russa, nem sequer entendo a politica do canal. Tivemos Terra Nova, começou com grande hype e percebemos que isto teria sido uma enorme sucesso no cabo, mas na fox rapidamente se afundou muito por causa da falta de capacidade dos autores de criar um enredo para 12 episódios. E aí veio Alcatraz e a história repetiu-se na integra, um começo aceitável e um desenvolvimento desastroso, sem objectivo algum a série deve morrer também. E por fim veio Touch que mais uma vez veio com grande destaque, um inicio aceitável mas novamente o mesmo erro… a série não tem objectivo nenhum no seu percurso e claro o público está farto de ser chamado de idiota e as audiências reflectem isso. Nem o Idol consegue ser lead in suficiente, mas também há muito que ficou provado que Idol não é lead in para coisa nenhuma, dado o seu público muito jovem. E depois temos o case study de Fringe que juro não perceber o que pretendem com o que estão a fazer à série… primeiro dizem que adoram a série, depois dizem que é prejuízo, mudam para as sextas e os resultados são ainda piores de episódio para episódio, porque não anunciam o fim da série de uma  vez por todas? Escusavam de nos presentear com tantos enchidos ao longo da temporada. Eu deixei de acreditar na série já só a vejo sem sequer me preocupar com o final, porque tal é a trapalhada que nem os autores devem já saber como acabar aquilo.

E no fim temos a feliz CBS, com os seus procedurls simples, sem querer mais do que dá e tal como me disseram é o modelo que o canal usa, não trata o espectador como um atrasado mental e vão sendo acarinhados por aqueles que se sentem traídos com as trapalhadas dos restantes canais, séries como Persons of Interest intrigam-me pelos seus resultados, mas realmente a série nunca quis ser mais do que é e isso parece funcionar e é no fim de contas das novas séries a revelação deste ano e não não é Once Upon a Time porque ou muito me engano ou o brilho vai-se desvanecer rapidamente quando percebermos que não existe um caminho definido para o final.

E com isto o cabo colecciona sucessos nas suas temporadas feitas sem pressão, com inicio meio e fim e sem tratarem o espectador como parvo. Não seria a hora dos canais abertos mudarem o paradigma da sua programação? Deixar de viver dependente do momento e produzirem séries mais curtas e com enredo minimamente definido? Iriam certamente espantar-se com a capacidade criativa que isso ia trazer e sobretudo podiam explorar mais séries e somente estender aquelas que realmente merecem.

Anúncios
Comentários
  1. coord38n27w diz:

    Na mouche.

    Os canais abertos americanos sempre foram o que são hoje em termos de qualidade de conteúdo. Basta ver uns episódios do grande êxito que foi o 90210 original para aclamarmos aquela pepineira que é o Glee como sendo herdeiro legitimo de Shakespeare.

    Um grande problema dos canais abertos não é apenas a concorrência do cabo, mas o grande trabalho que o cabo realiza ao educar o gosto do espetador americano, e a torna-lo menos tolerante a porcaria. Dantes eles viam tudo o que os canais abertos lhes serviam porque não sabiam que havia mais. Veja-se o caso do inesperado sucesso americano de Downton Abbey. Não creio que seria possível sem o sucesso prévio de séries de cabo com trama mais intrincada e mais “bolas no ar” do que a média das séries de canal aberto.

    A CBS mantém os seus espetadores porque tem uma uma receita, e não muda. Isto também faz com que seja o canal com idade média de espetador mais alta. As outras estão a afundar-se porque os seus sucessos acontecem por acaso, e porque o seu tempo de resposta às mudanças do ambiente audiovisual é inferior à velocidade a que essas mudanças estão a ocorrer.

    Veja-se o caso da ABC, DH morre este ano e ideia que eles tiveram para a substituir é GCB. Que é DH-light, e vem com 8 anos de atraso. DH-light nunca poderia ser sucesso depois das pessoas terem visto a primeira temporada da DH-original.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s